Tabagismo aumenta em 85% o risco de impotência sexual

15316643

Os danos causados pelo cigarro à saúde já são amplamente conhecidos. Doenças cardiovasculares – entre elas o risco de infarto, câncer no pulmão, na laringe e na boca são algumas doenças, resultados comuns do tabagismo. Porém, o que muita gente ainda ignora é os efeitos do cigarro no risco de impotência sexual. Nos homens, esse aumento acarretado pelo tabagismo chega a 85%.

Os efeitos nocivos do cigarro, no entanto, não afetam a fertilidade masculina, mas adiam a possibilidade de uma gravidez. A impotência é confundida com a infertilidade e por isso sempre foi um assunto cercado de tabus, medos e preconceitos. Entretanto, são problemas diferentes.

A infertilidade masculina é a incapacidade de ter uma gravidez após um ano de relações sexuais frequentes, sem o uso de métodos contraceptivos. Já a impotência é uma disfunção erétil que incapacita o homem de manter a ereção durante o ato sexual.

Estima-se que 10% da população masculina adulta sofra de impotência sexual. Só no Brasil, cerca de seis milhões de homens têm o problema. Também chamada de disfunção erétil, a impotência sexual é a incapacidade de iniciar e de manter uma ereção em pelo menos 50% das tentativas durante a relação sexual. Essa disfunção incapacita o homem a obter ou manter ereções suficientemente rígidas para a penetração vaginal impedindo a satisfação sexual.

Fonte: Portal Zero Hora

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s